Fisco volta a taxar integralização com tecnologia

Em entrevista ao jornal DCI, o sócio do BGR Advogados Eduardo Benetti afirma que a cobrança de impostos na integralização com tecnologia é prejudicial ao desenvolvimento econômico do Brasil. A mudança de entendimento da Receita Federal aconteceu após uma década de isenção. Decisão pode ser contestada na Justiça.

Abrir PDF